[ História da Paixão ]

PAIXÃO DE CRISTO

O COMEÇO

A apresentação da Paixão de Cristo do Piauí começou em meados da década de 1990 com o desejo do ator e diretor César Crispim de revitalizar os autos-religiosos através do teatro. 

Para atingir esse sonho, Cesar Crispim e o Escândalo Legalizado de Teatro ministraram oficinas e seminários e, a partir daí, selecionaram o elenco para a primeira montagem. O resultado foi positivo e desde então o grupo já percorreu mais de 63 cidades do interior do estado e se apresentou em festivais de teatro no Paraná, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco e São Paulo. 

Em 2000, num ato de ousadia e esforço coletivo, o grupo iniciou a construção do Teatro Cidade Cenográfica, que no ano seguinte, passou a ser o palco oficial da encenação. Era tudo o que precisavam para crescer ainda mais e tornar a apresentação mais brilhante. Para ganhar prestigio e repercussão nacional resolveram dar uma dimensão mais grandiosa à montagem convidando artistas consagrados e famosos para atuarem no espetáculo. 

ATORES QUE PARTICIPARAM


2002 – Claudio Herinch (Pilatos) e Monica Carvalho (Salomé)


2004 – Caio Blat (Pilatos)


2005 – Dalton Vigh (Pilatos)


2006 – Marco Antonio Gimenez (Pilatos) e Guilherme Weber (Caifaz)


2007 – Gabriel Wainer (Pilatos) e Camila Rodrigues (Salomé) 


2008 – Caio Blat (Pilatos) e Manoela Do Monte (Salomé)


2009 – Guilherme Weber (Pilatos) e Manoela do Monte (Salomé)


2010 – Marco Pigossi (Pilatos) e Ricardo Pereira (Herodes) 


2011 – Luciano Szafir (Pilatos), Thiago Fragoso (Herodes) e Debora Lyra (Salomé)


2012 – Alexandre Slaviero (Pilatos), Gustavo Leão (Herodes) e Deborah Kalume (Salomé)


2013 – Tuca Andrada (Pilatos), Heitor Martinez (Caifás), Rafael Cardoso (Herodes) e Gisely Soares (Madalena)

2014 - Carlos Casagrande (Pilatos), Jackson Antunes (Herodes) e Marcela Barrozo (Madalena)

2015 - Luigi Barricelli (Pilatos), Oscar Magrini (Caifaz) e Elke Maravilha (Herodias)

2016 - Kaiky Brito (Pilatos), Ana Rosa (Maria) e Armando Babaioff (Caifaz)

2017 - Anderson Di Rizzi (Pilatos), Nívea Maria (Maria), Werner Schünemann (Caifaz) e Carolina Kasting (Herodias)

2018 - Felipe Simas (Pilatos), Carlos Vereza (Herodes), Zezé Motta (Maria) e Solange Couto (Herodias)

2019 - Paulo Betti (Pilatos) Dadá Coelho (Cláudia), Sergio Marone (Herodes) e Dani Suzuki (Salomé)

2020 - Raphael Viana (Pilatos), Kadu Moliterno (Herodes) e Ana Cecília Costa (Maria) e Miguel Rômulo (Caifaz)

Módulos