[ Geral ]

Publicado em 25/01/2020 às 10h30 | 1521 visualizações | |

Produção da Paixão de Cristo inicia com estudo e preparação antecipada

Além de atores nacionais, a produção de ensaios com atores locais, criação de figurino e desenvolvimento de cenário inicia já no início do ano para garantir que a Paixão de Cristo seja um espetáculo completo.

 

A Paixão de Cristo de Floriano, considerada um dos maiores espetáculos religiosos do país, acontece dias 10 e 11 de abril, no Teatro Cidade Cenográfica, sempre às 20h, com entrada gratuita. Esse ano o evento contará com Kadu Moliterno, Raphael Viana, Ana Cecília Costa e Miguel Rômulo.

 

Além de atores nacionais, a produção de ensaios com atores locais, criação de figurino e desenvolvimento de cenário inicia já no início do ano para garantir que a Paixão de Cristo seja um espetáculo completo.

 

Um dos aspectos mais importantes do espetáculo é a escolha do elenco, tanto nacional quanto local. “A cada ano a escolha dos personagem muda de acordo com o elenco. Às vezes a direção faz leituras de textos aleatórios, outras vezes são designados personagens para um teste de interpretação. Esse ano fizemos uma escolha com base de interpretações de atores que temos e conhecemos, de acordo com a linha dramática de cada um”, explica Alison Rocha, direto da Paixão de Cristo em Floriano.

 

Ainda segundo o diretor, a sintonia no dia do espetáculo é evidente para o público, e a intimidade entre o elenco é essencial para que isso aconteça. “Diria que 75% dos atores sempre fazem o espetáculo, mas as vezes em personagens diferentes mas todo ano sempre aparece gente nova, que trazem novos ares e fôlego para a Paixão. Sempre deixamos o espetáculo aberto para novas pessoas. Qualquer um pode fazer o espetáculo, ator ou não ator”, disse ele.

O figurino é uma das partes essenciais para que o público mergulhe realmente na história da Paixão de Cristo, por isso tudo é feito com muita atenção aos detalhes. “É preciso conhecer a história do personagem, a época, a idade tudo isso são detalhes para a construção de um figurino. Então o processo começa bem antes do início da produção do espetáculo pois precisamos de tempo para fazer essas pesquisas”, explica Iraci da Costa, responsável pelo figurino e cenário da Paixão de Cristo de Floriano.

 

O cenário também é importante, e assim como o figurino inicia com um estudo e muita pesquisa. “pois é preciso uma pesquisa para saber por exemplo: em que época o personagem viveu, se era do povo ou dos templos, e assim poder construir seu templo no caso dos reis, sacerdotes e como um todo”, explica Iraci.

Tudo isso para que o espectador reconheça no espaço e no tempo cada personagem dentro da história.

 

O evento conta com patrocínio da Secretaria de Cultura do Estado do Piauí/Secult, Governo do Estado do Piauí, Governo Federal, Lei Rouanet. Apoio do Credishop, Armazém Paraíba e Ferroleste. Realização do Grupo Escalet de Teatro.

 

Mais informações:

www.paixaodecristopi.com.br

Telefones e whatsApp – (89) 99978 6996 – (89) 99419 1989 – (89) 99419 1808

e-mail: cesarcrispim@yahoo.com.br

instagram - @grupoescalet

facebook – Grupo Escalet de Teatro

Comentários ()

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais postagem de [ Geral ]